Os Independentes apoia decisão da ABRAPE-Minas Gerais contra ECAD

A Associação Os Independentes manifestou-se a favor da decisão da ABRAPE (Associação Brasileira dos Promotores de Eventos) – Regional Minas Gerais que informou que a partir do dia 01 de maio deste ano os associados pagarão os licenciamentos das obras musicais utilizadas em seus eventos apenas por meio de depósito judicial. A atitude é atribuída, de acordo com carta aberta da autoridade dirigida ao ECAD (Escritório Central de Arrecadação de Direitos Autorais), à “enormidade de incoerência na apuração, ou experiência dos valores a serem cobrados”, entre outros motivos, incluindo a falta de abertura para o diálogo.

Outro ponto destacado na carta aberta da ABRAPE – MG ao ECAD é a exigência da transparência, já que “a orientação da diretoria da ABRAPE sempre foi e continuará sendo no sentido que os direitos autorais sejam reconhecidos como propriedade dos compositores e que, por isso, deve ser pago, devendo o ECAD demonstrar transparência no recebimento e distribuição desses direitos”, continua o documento.

“Concordamos com os pontos destacados pela ABRAPE e com a atitude do pagamento em juízo. Acreditamos, inclusive, que essa ação deve reverberar também no estado de São Paulo”, disse Jeronimo Luiz Muzetti, diretor financeiro de Os Independentes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezenove + dezesseis =

Scroll to Top