• terça, 19 de fevereiro de 2019
  • |
  • 07:23
Foto: Abrahão Hackme

Turismo do Estado de São Paulo ganha mais 43 cidades de “Municípios de Interesse Turístico”

12/02/2019


Aprovado pelos 94 deputados estaduais o projeto de lei nº 635/2018, que classificou 43 novas cidades como Municípios de Interesse Turístico (MITs). A divulgação da PL aconteceu na terça-feira (05/02), durante a sessão ordinária da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.
Entre os municípios comtemplados dois são de autoria do deputado Sebastião Santos (PRB): Paulicéia (PL 954/2017) e Icém (PL 759/2015).

“A importância nesse momento no Estado de São Paulo é fomentar novos empregos e geração de renda aos municípios. O entendimento de todos os deputados fez com o que, esse projeto dos Mits voltasse a pauta e fosse votado em regime de urgência, dando prioridade na aprovação da PL fortalecendo o turismo paulista”, disse Sebastião Santos.

O parlamentar, ressalta ainda, as prioridades nos investimentos dos recursos recebidos e destinados para o fomento turístico, além da ampliação e o fortalecimento das atividades econômicas de cada região. “Os municípios comtemplados com o selo do MIT receberão cerca de R$ 650 mil para investimento na área turística da cidade, além de adequações no serviço de informação, hospedagem, alimentação e demais itens que determina a lei de 1.261 de 2015”, disse.

A avaliação feita pelas comissões permanentes da Assembleia Legislativa e pela Secretária Estadual de Turismo é bem clara na definição para que o município possa ser enquadrado de acordo com PLC 1.261/2015, que estabelece condições e requisitos para a classificação de Estâncias e de Municípios de Interesse Turístico.

A conquista do selo turístico garante para cada município o recebimento de cerca de R$ 650 mil reais por ano. Para que seja considerada de Interesse Turístico, a cidade deve ter atrativos turísticos, dispor de serviço médico emergencial e serviços turísticos: meios de hospedagem no local ou na região, serviços de alimentação e serviço de informação turística, abastecimento de água potável e esgoto.

Conheçam quem são as 43 cidades paulistas aprovadas que receberão o título de MIT: Adamantina, Araçatuba, Adolfo, Anhembi, Araçoiaba da Serra, Barra do Turvo, Bebedouro, Bocaina, Botucatu, Divinolândia, Dois Córregos, Garça, Guaíra, Ibirarema, Icém, Igarapava, Indiaporã, Ipeúna, Itapeva, Itaporanga, Itariri, Itirapina, Jaboticabal, Jarinu, Juquiá, Juquitiba, Lavrinhas, Marília, Mogi Mirim, Palmeira D"Oeste, Pauliceia, Pirapora do Bom Jesus, Pongaí, Porto Ferreira, Santa Albertina, Santa Clara d"Oeste, São Bernardo do Campo, São João da Boa Vista, São Manuel, Timburi, Três Fronteiras, Valentim Gentil e Votorantim.

Conheça as 97 cidades já classificadas em 2017 e 2018 como Municípios de Interesse Turístico (MITs): Agudos, Altinópolis, Apiaí, Araraquara, Araras, Areias, Barbosa, Barretos, Bofete, Boituva, Brodowski, Buritama, Cabreúva, Cachoeira Paulista, Campina do Monte Alegre, Cardoso, Cesário Lange, Cruzeiro, Cubatão, Espírito Santo do Pinhal, Estiva Gerbi, Fernandópolis, Guararema, Iacanga, Igaratá, Iporanga, Itaoca, Itapira, Itápolis, Itapuí, Itapura, Itararé, Itatiba, Itupeva, Ituverava, Jacareí, Jacupiranga, Jales, Jaú, Jundiaí, Laranjal Paulista, Lençóis Paulista, Limeira, Lins, Mairiporã, Martinópolis, Mendonça, Miguelópolis, Mineiros de Tietê, Miracatu, Mira Estrela, Mogi das Cruzes, Monte Alto, Monteiro Lobato, Nazaré Paulista, Novo Horizonte, Orlândia, Ouroeste, Panorama, Paraibuna, Pardinho, Patrocínio Paulista, Paulo de Faria, Pedreira, Pedrinhas Paulista, Piedade, Piracaia, Piratininga, Queluz, Rancharia, Registro, Ribeirão Grande, Rifaina, Riolândia, Rosana, Rubineia, Sabino, Sales, Santa Branca, Santa Cruz do Rio Pardo, Santa Isabel, Santo Antonio da Alegria, Santo Expedito, São José do Rio Pardo, São Miguel Arcanjo, São Simão, Sertãozinho, Sete Barras, Sud Menucci, Tabatinga, Tambaú, Tapiraí, Tatuí, Torrinha, Ubarana, Uchôa e Votuporanga.




COMPARTILHE PARA SEUS AMIGOS:

Banner 2