• sbado, 22 de setembro de 2018
  • |
  • 04:15
Foto: Divulgação

Motorista furta carga de alho avaliada em mais de R$150.000,00 em Barretos e empresário pede ajuda

20/06/2018


Um motorista identificado como sendo de uma empresa terceirizada furtou uma carga avaliada em mais de R$150.000,00 em Barretos. Segundo o empresário e vítima do furto, Gustavo Costa de Souza de 28 anos, ele havia contratado um caminhão terceirizado de uma empresa de São Paulo que segundo ele já prestou serviço para ele outras vezes, e no final de semana após a empresa ter remetido todos os dados do caminhão que prestaria o serviço e do motorista para cadastro como de costume, a caminhão chegou até a sua empresa no Bairro América em Barretos e após o carregamento da carga de 15 toneladas de alho, enquanto era emitida a nota e o certificado de transporte, o motorista solicitou que fosse até o posto de combustíveis para tomar um banho e aguardaria os documentos para seguir a viagem. Cerca de 20 minutos depois o empresário foi até o posto e o motorista e o caminhão com a carga não se encontravam mais. Foi onde o empresário percebeu que havia sido vítima de furto e procurou a delegacia registrando o boletim de ocorrência. Os trabalhos de investigação já se iniciaram onde foi possível identificar pela placa do caminhão era de um caminhão que estava em Patos de Minas e o veículo que esteve em Barretos seria um veículo com placas clonadas e possivelmente os documentos que o motorista apresentou também seriam falsos. Verificados a movimentação dos radares foi constatado também que o veículo havia seguido no sentido a Guaíra e possivelmente teria se escondido em um canavial e por volta das 4:00hs da madrugada o caminhão retornou. O empresário ressalta que foi um prejuízo muito grande e pede a colaboração de todos e principalmente dos empresários que utilizam desse produto que fiquem atentos e não comprem essa cara e denunciem, pois, com certeza a carga está escondida na região e estão esperando um tempo para que ela possa ser comercializada. Gustavo reforça o pedido de ajuda e afirma que quem conseguir alguma informação que possa ajudar a recuperar a carga será bem gratificado, quaisquer informações podem ligar nos telefones 17- 98157-5558 ou 18-98183-7371, ou também a Polícia Militar ou Polícia Civil através dos telefones 190 ou 197.




COMPARTILHE PARA SEUS AMIGOS:

Banner 2