Denúncia leva a Polícia Militar a prender homem na zona rural de Colômbia por ameaça, cárcere privado, violência doméstica, posse irregular de arma e abuso sexual contra a filha de 14 anos

DSC09655 nbr

DSC09655 nbr
Um homem de 49 anos foi preso em flagrante e autuado pelos crimes de ameaça, violência doméstica, cárcere privado, posse irregular de arma de fogo e abuso sexual contra a filha de 14 anos. O fato ocorreu na zona rural de Colômbia onde a Polícia Militar após uma denúncia conseguiu deter o indiciado. Segundo o Sargento Ferreira, após a denúncia que o indivíduo mantinha a filha e a esposa refém, denúncia essa do Programa Vizinhança Solidária, logo pela manhã a equipe da PM foi para o local na zona rural e com apoio do Conselho Tutelar lograram êxito em localizar a casa e depararam com o indiciado Claudio Custódio de Andrade de 49 anos, indagado onde estariam a sua esposa e filha o mesmo alegou que elas não estariam na casa. Como havia a denúncia de pronto ele foi detido ficando sob a custódia de um dos policiais enquanto a equipe foi averiguar a residência e encontraram mãe e filha dentro da casa, uma em cada quarto trancadas onde a mãe de 47 anos, deu graças a Deus com a chegada da polícia e relatou quer elas eram mantidas em cárcere na casa sob ameaças de que se elas contassem algo Claudio mataria as duas. A mulher ainda relatou aos policiais militares que o marido ainda abusava sexualmente da filha de 14 anos fazendo carícias e tocando seus órgãos genitais. Ainda durante a vistoria pela casa os militares encontram uma espingarda calibre 28, munições e apetrechos para recarga de cartuchos. Diante dos fatos o caso foi apresentado na delegacia da cidade de Colômbia, onde o delegado Dr. Marcos Eduardo Marques ratificou a prisão de Claudio pelos crimes cometidos, ficando o mesmo à disposição da justiça. O Sargento ressaltou a importância da denúncia e afirma que o bom resultado do trabalho policial vem de encontro com os anseios e apoio da comunidade. As equipes do Conselho Tutelar de Colômbia informaram que dariam todo apoio a mãe e a filha, até mesmo pelo abalo psicológico que sofreram e também iriam buscar apoio para que as mesmas voltassem para a cidade de origem que é Goiânia. 

Adicionar comentário

1. Todos os comentários suscetíveis de serem considerados difamatórios e ofensivos, contendo linguagem imprópria e deselegante, e que visem o autor do artigo, dos responsáveis e colaboradores do Portal NBR ou do autor de outro qualquer comentário, denegrindo, dessa forma, a imagem do portal, serão excluídos. Esta regra será também aplicável aos que dissimulem tais expressões ou que as substituam por expressões não conotadas como impróprias mas com as mesmas intenções apontadas.
2. Os comentários que, pela sua publicação repetitiva, tenham um conteúdo paulatina e reiteradamente utilizado com o objetivo de “boicotar” o tema ou assunto em discussão, devem, de igual forma, ser excluídos.
Os visitantes do portal, de resto, possuem toda a liberdade para se expressarem sobre os temas ou assuntos publicados, sempre em obediência às duas regras atrás enunciadas, assumindo, porém, toda a responsabilidade pelo conteúdo e sentido dos seus comentários.
Quem reincidir mais do que três vezes na publicação de comentários em infração dos pontos 1. e 2. incorre no bloqueamento do seu acesso ao Portal, sempre após deliberação dos responsáveis pelo Portal.


Código de segurança
Atualizar