Vereadora Paula Lemos se diz indignada com a situação dos funcionários públicos municipais

paula lemos 10 8

paula lemos 10 8
A vereadora Paula Lemos (PSB) questiona o motivo pelo qual a atual administração municipal descontou dos vencimentos dos servidores valores referentes a empréstimos consignados e plano de saúde, mas não efetuou os repasses às instituições financeiras e ao sindicato da categoria. E solicita que a Prefeitura regularize a situação.

A parlamentar indaga se os repasses foram regularizados e quais as medidas tomadas para que não ocorram mais atrasos. Lembrou que na página do sindicato na internet há uma nota em que a entidade justifica que um dos motivos do cancelamento do Plano de Saúde São Francisco é a falta de repasse dos valores descontados dos servidores.

Outra observação da vereadora é o fato do atraso do repasse aos bancos que emprestaram dinheiro aos servidores. O consignado é descontado em folha dos servidores, mas não é depositado para a instituição financeira no devido prazo, relata. O atraso faz com que os bancos enviem carta cobrando os servidores e notificando-os sobre o risco serem inscritos como devedores em serviços de proteção ao crédito.

Os servidores incomodados com os transtornos estão tomando providencias judiciais diante dos fatos, revela Paula Lemos. Eles buscam indenização por dano moral. O município ainda corre o risco de sofrer lesão ao erário público, causado com esse tipo de prática constante da atual administração, alerta a vereadora.

Adicionar comentário

1. Todos os comentários suscetíveis de serem considerados difamatórios e ofensivos, contendo linguagem imprópria e deselegante, e que visem o autor do artigo, dos responsáveis e colaboradores do Portal NBR ou do autor de outro qualquer comentário, denegrindo, dessa forma, a imagem do portal, serão excluídos. Esta regra será também aplicável aos que dissimulem tais expressões ou que as substituam por expressões não conotadas como impróprias mas com as mesmas intenções apontadas.
2. Os comentários que, pela sua publicação repetitiva, tenham um conteúdo paulatina e reiteradamente utilizado com o objetivo de “boicotar” o tema ou assunto em discussão, devem, de igual forma, ser excluídos.
Os visitantes do portal, de resto, possuem toda a liberdade para se expressarem sobre os temas ou assuntos publicados, sempre em obediência às duas regras atrás enunciadas, assumindo, porém, toda a responsabilidade pelo conteúdo e sentido dos seus comentários.
Quem reincidir mais do que três vezes na publicação de comentários em infração dos pontos 1. e 2. incorre no bloqueamento do seu acesso ao Portal, sempre após deliberação dos responsáveis pelo Portal.


Código de segurança
Atualizar