Governador sanciona lei que torna Barretos Município de Interesse Turístico

politica 5 6

politica 5 6
O prefeito de Barretos, Guilherme Ávila; e o secretário municipal de Turismo, Adriano Santos; estiveram presentes na quarta, 31 de maio/17, na Alesp - Assembléia Legislativa de São Paulo, onde o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckimin, realizou assinatura que sanciona lei incluindo as 20 primeiras cidades paulistas na categoria de Município de Interesse Turístico.

Também estiveram presentes na ocasião, Sergio Rondini, presidente da Abatur; Vitor Brum, diretor geral do Instituto Federal - Campus Barretos e o deputado estadual Sebastião Santos.

Guilherme comemorou a conquista lembrando do trabalho realizado por toda uma equipe. “Para chegarmos até aqui começamos lá em 2013 com a recém criada Secretaria de Turismo e fomos galgando os passos necessários, cumprindo o que era exigindo, agregando pessoas que vinham a somar com nosso objetivo. Esta foi uma etapa concluída. Agora vamos trabalhar ainda mais para tornar a cidade uma estância turística", enfatizou.

O secretário municipal de Turismo Adriano Santos, afirma que o planejamento continua. "Daqui há três anos, alguns dos municípios de Interesse Turístico poderão ser elevados a Estância Turística, permitindo acesso a mais recursos específicos. Até lá seremos avaliados constantemente", explicou.

A classificação de Barretos como Município de Interesse Turístico poderá representar recursos anuais de cerca de R$ 650 mil para projetos turísticos desenvolvidos de acordo com o Plano Diretor para o segmento.

Adicionar comentário

1. Todos os comentários suscetíveis de serem considerados difamatórios e ofensivos, contendo linguagem imprópria e deselegante, e que visem o autor do artigo, dos responsáveis e colaboradores do Portal NBR ou do autor de outro qualquer comentário, denegrindo, dessa forma, a imagem do portal, serão excluídos. Esta regra será também aplicável aos que dissimulem tais expressões ou que as substituam por expressões não conotadas como impróprias mas com as mesmas intenções apontadas.
2. Os comentários que, pela sua publicação repetitiva, tenham um conteúdo paulatina e reiteradamente utilizado com o objetivo de “boicotar” o tema ou assunto em discussão, devem, de igual forma, ser excluídos.
Os visitantes do portal, de resto, possuem toda a liberdade para se expressarem sobre os temas ou assuntos publicados, sempre em obediência às duas regras atrás enunciadas, assumindo, porém, toda a responsabilidade pelo conteúdo e sentido dos seus comentários.
Quem reincidir mais do que três vezes na publicação de comentários em infração dos pontos 1. e 2. incorre no bloqueamento do seu acesso ao Portal, sempre após deliberação dos responsáveis pelo Portal.


Código de segurança
Atualizar