Polícia Civil conclui inquérito sobre morte de médico no interior da Santa Casa em Barretos

dr fernando 26 9

dr fernando 26 9
A Polícia Civil através do 1º e 2º Distrito Policial de Barretos, concluiu o inquérito policial sobre a morte do médico residente, Rodrigo Henrique Lopez Vaz de 24 anos, encontrado sem vida em um quarto, no quarto andar da Santa Casa de Barretos no mês de abril deste ano. Segundo o delegado Dr. Fernando Galletti, a vítima foi encontrada já sem vida e com rigidez cadavérica. Ainda segundo o delegado foi solicitado a Polícia Técnica Científica na data do fato onde foi verificado algumas marcas nas pernas da vítima e também sangue. Pelo local do crime próximo a vítima também foi apreendido para exames uma seringa e um escalpo onde na seringa continha resquícios de um liquido que foi encaminhado para exames no Instituto de Criminalística. Concluídos os exames periciais bem como o laudo do IML, ficou constatado que o material encontrado junto ao jovem médico, trata-se de uma substancia chamada PROPOFOL, uma droga lícita que é utilizada em ambiente hospitalar como anestésico, utilizado em cirurgias. Para o delegado após concluídos os trabalhos periciais e analisados os fatos e ouvidos partes sobre o caso, além da constatação no corpo da vítima de várias marcas semelhantes pelo uso da substancia injetável, o inquérito foi concluído como a morte por overdose e não um possível suicídio como existia essa suspeita. O caso já foi concluído e os autos serão remetidos ao judiciário para apreciação e conclusão do processo, onde não houve uma morte natural, nem mesmo a morte por suicídio e sim uma morte por overdose causada por uma droga licita. 

Adicionar comentário

1. Todos os comentários suscetíveis de serem considerados difamatórios e ofensivos, contendo linguagem imprópria e deselegante, e que visem o autor do artigo, dos responsáveis e colaboradores do Portal NBR ou do autor de outro qualquer comentário, denegrindo, dessa forma, a imagem do portal, serão excluídos. Esta regra será também aplicável aos que dissimulem tais expressões ou que as substituam por expressões não conotadas como impróprias mas com as mesmas intenções apontadas.
2. Os comentários que, pela sua publicação repetitiva, tenham um conteúdo paulatina e reiteradamente utilizado com o objetivo de “boicotar” o tema ou assunto em discussão, devem, de igual forma, ser excluídos.
Os visitantes do portal, de resto, possuem toda a liberdade para se expressarem sobre os temas ou assuntos publicados, sempre em obediência às duas regras atrás enunciadas, assumindo, porém, toda a responsabilidade pelo conteúdo e sentido dos seus comentários.
Quem reincidir mais do que três vezes na publicação de comentários em infração dos pontos 1. e 2. incorre no bloqueamento do seu acesso ao Portal, sempre após deliberação dos responsáveis pelo Portal.


Código de segurança
Atualizar